O que é feito antes e depois da coleta

Quer saber mais sobre o processo que envolve a reciclagem de lixo eletrônico? Confira nosso e-book e conheça sobre o que é feito antes e depois da coleta 

depois da coleta! 

Em mundo tecnológico, rodeado de aparelhos eletrônicos, como celulares, 

tablets, notebooks, dentre outros, nada mais comum do que sejam produzido 

em maior quantidade lixo nessa área. Atualmente, em todo o mundo, a cada 

ano são gerados em média 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico, 

também conhecido como e-lixo. 

Dentro desse mundo digital, com um grande número de aparelhos 

eletrônicos, o Brasil se configura entre os países que mais geram e-lixo. 

Anualmente mais de 97 mil toneladas de apenas um tipo de lixo eletrônico, 

os computadores, são descartados. 

Mas, afinal, o que é lixo eletrônico? 

O e-lixo ou lixo eletrônico pode ser definido como todo resíduo material que 

foi produzido após o descarte de aparelhos eletrônicos. O grande problema 

nessa geração de tanto e-lixo se encontra nos materiais tóxicos presentes 

nos aparelhos eletrônicos, e que trazem um impacto ambiental gigantesco, 

quando o tratamento não é realizado. 

Para exemplificar, fizemos uma lista com alguns dos principais aparelhos 

eletrônicos utilizados no país.  

São eles: 

●Celulares; 

●Baterias; 

●Pilhas; 

●Monitor de computador; 

●Notebooks; 

●Tablets; 

●DVD; 

●Câmera; 

●Impressora 

●Televisão. 

Esse são apenas alguns dos diversos tipos de aparelhos eletrônicos 

presentes na atualidade. O grande perigo se encontra na quantidade de 

substâncias químicas que estão presentes nesses tipos de aparelhos. São 

diversos materiais químicos – como chumbo,mercúrio, cádmio – em sua 

composição que, sem o descarte correto, podem acarretar grandes 

problemas para o meio ambiente. 

O descarte de forma inadequada contribui de forma direta, por exemplo, para 

●Poluição de solo e lençóis freáticos – que serão contaminados com essas 

substâncias químicas; 

●Propagação de doenças – pessoas trabalham em lixões. Ao ter contato 

direto com a substância química, isso pode ocasionar sérios problemas 

de saúde para essas pessoas; 

●Maior tempo de decomposição – muitos desses aparelhos eletrônicos 

apresentam ainda uma grande quantidade de plástico em sua 

composição. O plástico e até o vidro são materiais que demoram demais 

a se decompor e, consequentemente, poluem o meio ambiente. 

O que devo fazer com o meu lixo eletrônico​

   Antes de se tornar e-lixo, o aparelho eletrônico contou com uma vida útil. 

Você utilizou, se divertiu, trabalhou… E agora ele se encontra em um canto 

parado da casa. Qual o procedimento que devo realizar nesse tipo de ação? 

De início é preciso saber a importância da coleta seletiva. É através dela que 

o lixo eletrônico será separado dos demais resíduos – sendo eles orgânicos e 

reclicáveis. Conhecendo sobre o processo de reciclagem se torna mais fácil 

identificar o destino adequado para cada objeto ou material. 

O lixo eletrônico, portanto, precisa de um descarte apropriado. Isso significa 

que empresas são especializadas no processo de reciclagem desses tipos 

de aparelhos. O Brasil, um dos pioneiros na produção de lixo eletrônico, já 

conta com diversas medidas que auxiliam no processo de descarte dos 

aparelhos eletrônicos. Dentre eles está o Plano Nacional de Resíduos 

Sólidos, promovido pelo Ministério do Meio Ambiente, do Governo Federal – 

PNRS. 

Por meio do PNRS já é possível encontrar pontos de coletas nas próprias 

empresas de eletrônicos. Isso significa, por exemplo, que se você deseja se 

desfazer de um aparelho celular, a marca do aparelho garante esse processo 

de descarte adequado. Empresas como Samsung e Apple, por exemplo, 

realizam esse processo através das lojas de assistência autorizada. 

Além das marcas, existem empresas e cooperativas que trabalham com a 

reciclagem de aparelhos eletrônicos. Há ainda a alternativa de realizar 

alguma doação. Entretanto, essa opção só é válida se o aparelho em 

questão só caiu em desuso e você realizou outra comprar. O descarte é 

indicado para aparelhos que já não funcionam mais. 

O que é feito depois do processo de descarte – O depois do lixo 

eletrônico 

Já sabe para que empresa enviar o seu e-lixo? Agora é hora de descobrir o 

que acontece depois que o aparelho eletrônico sofre o descarte: 

Tudo se inicia em um processo de triagem. Isso significa que os aparelhos 

passaram por uma “avaliação”. Essa etapa do processo de reciclagem pode 

ser feita por computador ou manualmente. No caso da triagem ser realizada 

de forma digital, a análise é feita em um aparelho que avalia essas questões. 

Ainda na triagem os aparelhos serão separados para aqueles que ainda tem 

condições  de uso – e que serão doados – e os que já não podem mais ser 

utilizados. Definido que não existe mais a opção de utilização para o 

aparelho eletrônico, o e-lixo será desmontado, separado e dado o destino 

adequado. 

Mas, afinal, que destino é esse? 

Não é a toa que é de extrema importância que o lixo eletrônico seja 

descartado por uma empresa adequada. Isso significa que as empresas 

serão as responsáveis por todo o processo de descarte, incluindo a trituração 

do material. 

Em passo a passo incluímos o processo do e-lixo: 

1.O aparelho é separado e passa por uma triagem; 

2.A carcaça é triturada e separada de acordo com a densidade (incluindo 

também o tipo de material; 

3.Os resíduos são vendidos para empresa que utilizam os polímeros das 

substâncias. 

Essa é a melhor opção? 

Muito ainda se discute a respeito do descarte correto e se essa é a opção 

mais viável. Essas dúvidas ocorrem pela quantidade de substâncias que são 

liberadas na queima do lixo eletrônico. Uma das alternativas é a 

transformação dos aparelhos em plástico. 

Por isso é de extrema importância a escolha da empresa que será 

responsável pelo descarte do e-lixo. É através da empresa ou cooperativa 

escolhida que você terá a garantia de que o descarte que está ocorrendo é o 

adequado e que você está contribuindo diretamente para um 

desenvolvimento sustentável. 

Pesquisar sobre as empresas até mesmo antes de comprar um novo 

aparelho pode ser alguma das alternativas para que você adquira um produto 

de qualidade sem a preocupação se isso está sendo prejudicial para o meio 

ambiente.

Deixe um comentário