Coleta de lixo eletrônico: tire todas suas dúvidas e faça sua parte com o meio ambiente!

Coleta de lixo eletrônico é um assunto que deve ser levado a sério, pois, quando realizada de forma correta, é capaz de evitar que esse tipo de resíduo contamine o meio ambiente. Então, saiba mais sobre a prática e como fazer o descarte correto.

O avanço da tecnologia promoveu muitos benefícios para a sociedade, mas também fez com que existisse um aumento no consumo em relação à equipamentos eletrônicos. 

E, assim como qualquer outro tipo de produto, esses materiais também acabam indo para o lixo em algum momento, gerando o que é chamado de lixo eletrônico.

Com isso, surgiram empresas de coleta e reciclagem de lixo eletrônico, responsáveis por coletar, selecionar, separar e transformar os mais diversos equipamentos, visando evitar que materiais tóxicos presentes acabem contaminando o meio ambiente. 

Se você quer saber um pouco mais sobre como funciona a coleta de resíduos eletrônicos, continue lendo este conteúdo. Reunimos ótimas informações que vão tirar todas as suas dúvidas!

  • O que é lixo eletrônico? 
  • Coleta de lixo eletrônico: entenda a importância
  • Como o descarte e a reciclagem acontece? 
  • Como faço para descartar corretamente?
  • Faça sua parte e cuide do meio ambiente!

O que é lixo eletrônico? 

O lixo eletrônico é composto por peças e produtos que não possuem mais nenhum tipo de valor, seja por causa de uma substituição, quebra ou até mesmo falta de utilização. 

Como exemplo desse tipo de material, podemos falar desde microondas, máquinas de lavar até aparelhos eletrônicos como computadores, televisões, notebooks, tablets e celulares. 

Além disso, baterias, pilhas, toners e cartuchos de impressoras também fazem parte dessa classificação.

Coleta de lixo eletrônico: entenda a importância

A produção de lixo, bem como sua coleta e reciclagem é um assunto muito discutido mundialmente. 

Afinal, a todo momento praticamente todas as pessoas estão produzindo resíduos de alguma forma e estes resíduos precisam de locais para serem descartados. 

Com os eletrônicos isso não seria diferente: com o avanço da tecnologia e o aumento cada vez maior no consumo de equipamentos desse tipo, a preocupação sobre o descarte de resíduos eletrônicos e a reciclagem de eletrônico começaram a surgir.

Isso porque existem muitos componentes nesses materiais que possuem metais, o que faz com que eles causem danos à saúde das pessoas caso o seu descarte seja realizado de forma incorreta, ou seja, em águas de córregos ou rios e em aterros sanitários.

Coleta de equipamentos eletrônicos e seu descarte é lei

Hoje, o tema já possui tanta importância que está determinado na legislação brasileira que a coleta de resíduos eletrônicos, bem como seu descarte, sejam realizados de forma adequada.

Assim, especialmente para empresas e empreendimentos que costumam ter uma rotina de reposições e substituições de peças constantes, é necessário desenvolver uma política para a gestão do descarte de resíduos eletrônicos.

Além disso, fabricantes e importadoras desse tipo de material também possuem responsabilidade no descarte de resíduos eletrônicos, visto que são responsáveis por produzir e comercializá-los. 

Para isso, essas empresas podem se associar entre si e criar entidades gestoras que devem divulgar e operar o sistema de logística reversa, ou seja, de coleta de equipamentos eletrônicos, bem como o descarte e reciclagem desses itens. 

O decreto que estabelece essas regras para empresas fabricantes e importadoras foi assinado no ano de 2020, pelo presidente Jair Bolsonaro e regulamenta o mecanismo que fora previsto na Política Nacional de Resíduos em Sólidos 2010.

De acordo com este decreto, as companhias possuem a possibilidade de criarem associações, como explicado acima, ou de atuarem individualmente, com seus próprios mecanismos para serem uma opção de coletor de lixo eletrônico no mercado.

Como o descarte e a reciclagem acontece? 

Após a coleta de lixo eletrônico ser devidamente realizada por uma empresa especializada, geralmente obtêm-se componentes não biodegradáveis, ou seja, que precisam de tratamentos específicos para serem reciclados ou eliminados. 

Além disso, também costuma ser muito comum, depois da coleta de resíduos eletrônicos, encontrar determinadas partes que ainda possuem funcionalidade. 

Dessa forma, ao separar essas partes, é possível realizar a reciclagem de eletrônico, tratando-as e colaborando para que sejam reaproveitadas na montagem de produtos conhecidos como recondicionados. 

Ou seja, peças oriundas da coleta de lixo eletrônico que não podem ser aproveitadas de nenhuma forma são tratadas com técnicas específicas de eliminação, evitando a contaminação do meio ambiente. 

E, ainda, após realizar o tratamento com essas técnicas, torna-se possível reaproveitar alguns componentes metálicos que as formam, colaborando ainda mais para reduzir o impacto ambiental que poderia ser causado.

Como faço para descartar corretamente?

Primeiramente, é importante deixar claro que para atuar no segmento de reciclagem de eletrônico é necessário ter uma autorização de determinados órgãos ligados ao meio ambiente. 

Para descartar os resíduos de forma correta por meio de um coletor de lixo eletrônicos, existem algumas cidades que possuem pontos de coleta de equipamentos eletrônicos e a capital de São Paulo é uma delas. 

Para encontrar os endereços de um ponto coletor de lixo eletrônico, basta pesquisar na internet o mais próximo da sua região.

Cidadão Eco

Mas, se você deseja descartar os materiais com uma empresa ou se possui um grande lote de equipamentos eletrônicos, existem empreendimentos especializadas neste tipo de serviço de logística reversa, como a Cidadão Eco, existente no mercado desde 2008.

Além de realizar a coleta de equipamentos eletrônicos, a empresa também realiza o trabalho de analisar todo descarte para verificar se existem peças e componentes que ainda possuem tempo de vida e que, portanto, podem ser reutilizados em outros equipamentos. 

E, ainda, a Cidadão Eco oferece serviços de destruição de dados, evitando que informações e dados acabem perdidos ou com pessoas indevidas, além de serviços voltados para energia solar, os conhecidos painéis solares. 

Faça sua parte e cuide do meio ambiente!

Por fim, você pôde conferir que existem alguns determinados lugares que funcionam como coletor de lixo eletrônico e que existem empresas especializadas na coleta de resíduos eletrônicos e o descarte deles. 

Entre essas empresas, apresentamos a Cidadão Eco, que possui mais de 12 anos no mercado, realizando o descarte consciente e a reciclagem de inúmeras peças. 

Se você está precisando desse tipo de serviço e não sabia como e quem poderia realizá-lo, aproveite para entrar em contato com a Cidadão Eco e verificar as possibilidades!

Contratar uma empresa com experiência no ramo de descarte e reciclagem de eletrônico garantirá não somente o descarte de resíduos eletrônicos que não servem mais, mas também mais saúde para o meio ambiente!

Preencha o formulário e em breve entraremos em contato

Deixe um comentário